quarta-feira, junho 03, 2009

Trinta dias para morrer.

Posted in by Eudes Raony. |





















O que você faria se descobrisse que possui apenas um mês de vida?
Dois fatos:

1º - Você não estaria lendo meu blog.

2º - Você não continuaria fazendo 90% das coisas que faz.

Nós nascemos, crescemos, levamos topada no dedão, nos desenvolvemos, tentamos concursos, brigamos com o INSS e morremos. Sabemos que sempre esta é a ordem das coisas. Um dia vamos morrer. A questão é: você leva a vida como se fosse morrer? Se soubesse que seu processo de vida seria bruscamente interrompido e que apenas um mízero mês existisse para viver... nós continuaríamos a "viver tranquilamente"?

Se nós temos em nossa mente o que seria aproveitar a vida intensamente... por que nós não praticamos este pensamento? Qualquer pessoa que parar 5 minutos irá obter a resposta. E com esta mesma facilidade também se obtém a solução.

Viver a vida como se cada dia fosse o último. Lindo, não? Incrível como é difícil quebrar todos os paradígmas temporais e aplicar esta frase.

Graças a Deus, minha namorada tem seus lindos cabelos cacheados. Se ela usasse pranchinha, não teríamos ontem a noite tomado um belo e romântico banho de chuva na praia. Um pequeno detalhe poderia impedir uma marcante experiência. Imagine o que deixamos de fazer quando nos prendemos a coisas maiores? Imagine o que perdemos quando o Dr. Medo e o Dr. Conforto nos mostra seus belos conselhos, que todos os dias seguimos?

Deus deu seu único filho para vir à terra. Ele se fez carne, habitou entre nós, foi rejeitado, humilhado, sofreu uma das piores mortes... para ser um sacrifício vivo em lugar de nossos pecados. Até quando vamos deixar de lado este fato e continuar a grandiosa rotina da inutilidade? Quando nos entregaremos realmente e literalmente passaremos a carregar nossa cruz?

O livro que estou lendo trata justamente do que escrevi. Caso tenha interesse em comprar, está a venda no Centro de Convenções Cidade Viva.
Sempre falei que odeio livro de Auto-Ajuda. Aprendi a não julgar o livro pela capa. Aprendi também que, quando Deus está na inspiração, a "ajuda" deixa de ser "auto". Eu indico!

ps: estava sem internet. desculpem a demora ao postar.

3 Comments


  1. Dan... says:

    esse tema só presta ler acompanhado da Bíblia. ai sim terá uma resposta saudável. fora isso é só Carpe Diem. o mundo já tá cheiod e gente com essa mentalidade e não resolveu nada, só piorou. se não entender depois a gente conversa mais a respeito...

    12:42 AM

  2. Eudes Raony. says:

    também é a proposta do livro. a bíblia está sempre ao lado. :)

    7:32 AM

  3. Juh... says:

    lendo tbbb rony....
    maraaaaavilhoso
    é engraçado isso, mas a morte traz vida =)
    ;*

    3:48 PM