sábado, abril 25, 2009

Brincando com a vida.

Posted in by Eudes Raony. |

Dizem que um rato nunca é pego duas vezes por uma ratoeira. Para o bem de minha consciência, prefiro acreditar que seja mentira.

Nunca contei quantas vezes. Óbvio, ninguém espera estes imprevistos acontecendo tão repetidamente assim. Dez, porém, é um bom número para se estimar.

"Você poderia ter morrido."

Esta frase, os plantonistas de todos os hospitais pessoenses devem ter gravado em mp3, para ser tocado sempre que eu os faço uma visita. Ou teriam, caso não alimentassem a esperança de que um dia eu tomasse um cuidado maior.

Dois dias atrás, após espirrar, tossir e realizar todos os procedimentos burocráticos da minha rinite, fui à velha farmácia comprar meu habitual antialérgico. Como eu já não tivesse corrido ao hospital, com reações alérgicas horríveis graças às medicações de fórmulas desconhecidas... compramos (eu e minha mãe, velha parceira de belas escolhas farmacêuticas) o abençoado EXPEC. Este, como sempre, aparentemente não tinha em seus componentes nada que me afetasse. Tomei a primeira dose as 19:30. Às 20:30, fui dormir.

22 horas. Uma mão me acorda. "Levanta. Hospital". Sento-me. Olho no espelho. Olhos completamente inchados; boca duas vezes mais grossa que o normal, com a língua tomando todo o seu espaço interno; dificuldade em respirar. Medo? Não. Chego rapidamente aos cuidados dos enfermeiros e, após comprimidos, soros e injeções, a situação volta ao seu controle. Ao nos prepararmos para ir embora, ouço o desfecho: "Você poderia ter morrido."

Após esta frase, geralmente volto para casa imaginando todas as pessoas que, por um mízero descuido, partem desta para melhor (ou pior). Volto agradecendo a Deus pelo maravilhoso dom da vida.

Hoje, dois dias depois da "décima vez" em que escapo de uma mesma causa de morte, passam algumas coisas na minha cabeça:

1. A humanidade, mesmo ao se tratar de sua própria vida, nunca aprende com seus erros.
2. Nós só damos valor quando perdemos. Impressionanete como o "quase", para nós, não nos dá uma lição permanente.
3. Jesus te ama pra caramba e quer entrar em teu coração, antes que você seja atropelado por um caminhão ou tente curar uma tosse com EXPEC.
4. Ao menos o EXPEC eu não tomo mais.
5. Caso haja uma décima primeira vez, minha câmera estará a postos.

4 Comments


  1. Mirela

    Se ligue! --' num tem isso de próxima vez não.

    9:44 PM

  2. Holland says:

    "Dizem que um rato nunca é pego duas vezes por uma ratoeira."

    A graça da frase é que o rato morre quando é pego pela ratoeira. Então realmente duas vezes não XD

    Cuidado com esses medicamentos, minha mãe morreu por descuido similar.

    :T

    7:10 PM

  3. Dan... says:

    mesmo se tu morrer tu permite a divulgação da foto? rsrsrsrs

    12:06 PM

  4. cacau says:

    Menino se cuida !!
    Aff, podre de tu !! Que agonia !!

    9:31 PM